Compartilhe

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Sugestão para Missa XXXII (32ª) Semana do Tempo Comum - Ano C - 07-Nov-2010



Sugestão para Missa XXX (32ª) Semana do Tempo Comum - Ano C - 07-Nov-2010
-Solenidade de Todos os Santos-
-É assim a geração dos que procuram o Senhor-

Iniciamos o mês de Novembro com a Solenidade de Todos os Santos. Antes de iniciar a minha meditação semanal da Liturgia gostaria de fazer uma breve formação sobre o significado desta data que a Igreja celebrará no dia 07-11-2010, lembrando que quem deseja aprofundar na formação é só entrar no site www.exsurge.com.br que faz parte de nosso Apostolado.

O Dia de Todos os Santos é uma Festa Litúrgica ou "Solenidade" em que se honram e veneram todos os santos que estão no Céu, especialmente os que não foram canonizados ou beatificados e que, portanto, não têm um dia de festa oficial no Calendário Litúrgico.

Diz-nos a Constituição sobre a Sagrada Liturgia (LG) :

104. - Os Santos, tendo pela graça multiforme de Deus atingido a perfeição e alcançado a salvação eterna, cantam hoje a Deus no céu o louvor perfeito e intercedem por nós. Ao celebrar (as festas) dos Santos, proclama o mistério pascal realizado na paixão e glorificação deles com Cristo, propõe aos fiéis os seus exemplos, que conduzem os homens ao Pai por Cristo, e implora pelos seus méritos as bênçãos de Deus.

111. - A Igreja, segundo a tradição, venera os santos e as suas relíquias autênticas, bem como as suas imagens. É que as festas dos Santos proclamam as grandes obras de Cristo nos seus servos e oferecem aos fiéis os bons exemplos a imitar.

O Papa Paulo VI disse em 1977 :


- “Nós honramos aqueles que nos deixaram uma herança de bons exemplos, uma verdadeira escola de virtudes humanas e cristãs”.

A festa de Todos os Santos, evoca, em primeiro lugar, a glória de Deus manifestada nas suas obras, das quais, a maior de todas é a de transformar em filhos Suas criaturas limitadas e imperfeitas, homens e mulheres, e a de reproduzir em cada uma delas, a imagem de Seu Filho Jesus Cristo. Algumas pessoas responderam à interpelação divina de tal maneira que reproduziram essa imagem em grau eminente, como os mártires e as virgens ou os confessores.Através do seu Magistério, a Igreja, depois de aturado processo de investigação, declarou heróicas as suas virtudes e proclamou-os santos ou beatos. Esses são os heróis do Cristianismo.Para além deles, uma "numerosa multidão que ninguém podia contar e provinha de todas as nações, tribos, povos e línguas" (Apc.7/9), sem ser composta por heróis, seguiu pelo caminho proposto no Evangelho, e também reproduziu, em diversas medidas, a imagem de Jesus Cristo, segundo o dom de Deus e a capacidade de cada um.Sem declarações oficiais do Magistério, temos razão para crer que essa numerosa multidão se encontra também em Deus, e goza da Sua presença para sempre.Uns e outros representam, no conjunto, a vitória definitiva de Jesus Cristo sobre o pecado e sobre a morte, e renovam em nós, que estamos a caminho, a esperança da terra prometida. Festejar Todos os Santos é como festejar a glória de Deus que, em Jesus Cristo, triunfa sobre todos os poderes do mal.Como Deus é amor total, e somos chamados a ser "semelhantes a Ele" (1 Jo.3/2), os que ainda vivemos aqui somos convidados a um percurso de purificação de tudo o que se oponha ao amor.

Portanto a liturgia deste dia chamará como tema central os santos, a santidade, o povo eleito e o caminho daqueles que trilham os designíos do Senhor - as Bem Aventuranças.

Na Primeira Leitura que está em Apocalipse 7,2-4.9-14 São João traz a revelação de sua visão dos santos que triunfaram na fé, aqueles que receberam a graça de estar diante do Senhor louvando por toda eternidade. É o povo que viveu os designíos do Senhor, viveu sua fé, passou pelas tribulações na esperança de ver a paz eterna, não a paz que o mundo oferece mas a paz que só o Principe da Paz pode oferecer. O povo eleito é citado como 144.000. mas como todos os números citados na Bíblia, não são números exatos mas que possuem um significado profundo, na Bíblia o número que representa Deus, é o 12 é o número perfeito, era um número simbólico porque o ano divide-se em doze meses. Indica Plenitude e Perfeição. Por isso nesta citação João quer afirma que o povo eleito é 12x12x1000 ou seja, um número perfeito porque o Senhor é Perfeito e multiplicado por mil ou seja milhares, muitos.

O Salmo 23(24) é o canto festivo, alegre que diz " É assim a geração dos que procuram o Senhor" é uma sintese das leituras deste dia, vai falar que o Deus é o Senhor de tudo e de seu povo, os santos do Senhor que subirão ao Reino é aqueles que vivem a pureza em suas obras e no coração e sobre eles desce a benção do Senhor e a recompensa que é a graça de estar com vestes brancas, apresentam dignos diante do Senhor e o louvam eternamente.

Na Segunda Leitura de 1 João 3,13 São João vai afirmar que existem dois povos, os que seguem e amam a Deus e os que não procuram e não conhecem-No, nós somos
parte do povo eleito que conhecem e amam ao Senhor, que por amor deu sua vida para que pudéssemos ser chamados Filhos de Deus, e esta obra salvífica realizada na morte e ressurreição de Nosso Senhor chegará ao ápice quando nós também ressucitarmos com ele e nos tornarmos semelhantes ao Senhor.

No Evangelho que se encontra em Mateus 5,1-12a Jesus vai fechar nossa reflexão mostrando qual o caminho que o povo do Senhor deve seguir, para serem bem
aventurados, mostra-nos como deve ser o cristão, puros de coração e não temer as dificuldades desta vida porque na fé sabemos que o Senhor cuida de nós e nossa recompensa, nossa verdadeira paz não será recebida nesta vida, mas na vida que há de vir, na Glória do Senhor.

Peço que deixem seus comentários para saber como está andando o apostolado que estamos fazendo, se está alcançando e ajudando as equipes de canto e se vocês
tiverem alguma sugestão para esta semana que possa ser incorporado me enviem pois estarei atualizando. Na barra ao lado tenho colocado as últimas postagens de sugestões e deixei um campo de atualização para colocar datas se tiverem modificações.

Espero ter ajudado.

Pax et Bonum

Rogério T. Hirota
Ministério Ressurreição - Jacareí - SP

Entrada:
Senhor quem entrará - Pe. Jonas - cd, Canções para Orar
Cifra

Sugestão: Esta música é originalmente uma baladinha bem moderada, como música de entrada eu sugiro trocar o ritmo dela para um rock pop estilo "Quero te dar a Paz" deixando-a mais rápida e alegre, adequando ao momento da Procissão de Entrada.



Ato Penitencial:
Confesso a Deus - Faixa 40 - Irmã Míria T. Kolling - cd. Canto Pastoral - Ordinário da Missa
Cifra

Recomendação: Esta música Confesso a Deus é uma bela música penitencial mas faltou o Kyrie Eleison ou seja Senhor tende piedade de nós, Cristo tende piedade
de Nós, Senhor tende piedade de nós, por isso recomendo após a música utilizar a mesma melodia para cantar o Kyrie ou mesmo fazê-lo como forma de oração após o Confesso.




Hino de Louvor:
Glória Fá Maior - Faixa 28 - Irmã Míria T. Kolling - cd. Canto pastoral - Ordinário da Missa
Cifra



Aclamação:
Buscai Primeiro - Liturgicas
Cifra




Ofertório:
Só em Ti Viver - Liturgicas
Cifra



Santo:
Santo Mi Maior - Faixa 38 - Irmã Míria T. Kolling - cd. Canto Pastoral- Ordinário da Missa
Cifra



Paz:
Deus da Paz - Cantores de Deus - cd. Nas ruas do país
Cifra



Comunhão:
Viva Aliança - Liturgicas
Cifra



Pós-Comunhão:

Mestre - Pe. Joãozinho - cd. Canta Coração
Cifra



Bem aventurados - Padre Zezinho - cd. Cantigas de Sabedoria
Cifra



Bem aventurados - Adoremos - cd. Adoremos 97
Cifra

Mais 2 músicas de Pós no final do Post



Final:
Bem aventurados - Banda Rezza
Cifra




Louvores Entoarão - Adoração e Vida
Cifras



Sede Santos - Vida Reluz
Cifra

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...