Compartilhe

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Sugestão para Missa do IV Domingo da Páscoa - Ano A - 15-Mai-2011

Sugestão para Missa do IV Domingo da Páscoa - Ano A - 15-Mai-2011
- Vós sois meu Pastor, Ó Senhor! -

Nesta semana prosseguimos as leituras liturgicas das Semanas da Páscoa que se encerra no dia de Pentecostes, nestas semanas as músicas que utilizamos no Domingo de Páscoa podem ser utilizadas normalmente porque as leituras vão nos remeter a uma reflexão da vitória de Cristo Ressuscitado, da vitória sobre a morte e a salvaçao para toda a humanidade.

Nestas semanas deixarei a base da sugestão fixa com as musicas do Tempo Pascal e estarei apenas acrescentando algumas músicas mais específica da leitura do Domingo.

Não estarei fazendo as meditações da Liturgia porque as músicas já terão um sentido, um rumo a ser seguido , mas para não ficarmos sem um aprofundamento estarei partilhando as ótimas meditações de John Nascimento na qual o mesmo divulga seus textos pelas listas católicas. Encerrando as semanas do Tempo da Páscoa voltaremos com as meditações liturgicas e as música direcionadas especificadamente para cada Domingo.

Boa Páscoa a Todos! Viva Cristo ressucitado! Aleluia! Aleluia!

Deixe sua mensagem em nosso Blog para sabermos como estamos ajudando e como podemos melhorar e contribua com nosso apostolado ajudando a divulgar nosso blog!

Obrigado Pax et Bonum

Rogério Hirota
Ministério Ressurreição - Jacareí-SP

4º DOMINGO DA PÁSCOA - ANO A !
Autor: John Nascimento

A Liturgia da Palavra deste 4º Domingo da Páscoa – A, vem dizer-nos que Jesus Ressuscitado manifesta-se nos Pastores da Igreja.
A figura do Pastor que guia as suas ovelhas era familiar em Israel, povo nómada, e alimentou em tempos sucessivos a meditação religiosa das relações pessoais com Deus.
Seus chefes deviam ser servos do único pastor; mas, com muita frequência, seguindo interesses egoístas e perspectivas políticas erróneas, traíram, desviaram o rebanho de Deus.
Jesus apresenta-Se como Pastor segundo o coração de Deus, aquele que foi anunciado pelos profetas.
Conhece intimamente o Pai e transmite esse conhecimento aos Seus.
Conduz os Seus com autoridade de quem ama e deu a Sua vida; e eles, na fé, escutam a Sua voz e seguem as Suas pisadas.
O Seu sacrifício «pela multidão» exclui qualquer privilégio e abre a salvação a todos os homens.
A 1ª Leitura dos Actos dos Apóstolos diz-nos que Pedro proclama a Ressurreição de Jesus, mostrando as consequências que ela teve, quer para Jesus, quer para todos nós.
Com a Ressurreição, Jesus é credenciado pelo Pai, pois, vencendo a morte, Ele manifesta bem que é o Messias, o Cristo esperado por Israel, o Senhor, que compartilha do poder do Deus único.
- «Saiba com absoluta certeza toda a casa de Israel : Deus fez Senhor e Messias esse Jesus que vós crucificastes».(...) Arrependei-vos e receba cada um de vós o Baptismo em nome de Jesus Cristo para vos serem perdoadas as vossas faltas.(1ª Leitura).
Com a Ressurreição, cumprem-se também as promessas messiânicas do perdão dos pecados, do dom do Espírito Santo, da constituição do novo Povo de Deus, em que entrarão todos aqueles que, pertençam ou não ao povo judeu, aceitarem o anúncio da salvação, transformarem a sua vida e receberem o Baptismo.
Guiados pelo Bom Pastor, nada nos faltará, como proclama o Salmo Responsorial :
- “O Senhor é meu Pastor; nada me faltará”.
Na 2ª Leitura, S. Pedro diz-nos que éramos como ovelhas tresmalhadas, mas Jesus Cristo, tomando a nossa condição humana, tornou-Se nosso Pastor e, ao mesmo tempo, Cordeiro por nós imolado.
Pelo Seu Sacrifício Pascal, voluntariamente oferecido, Ele abriu-nos o caminho, pelo qual podemos passar da morte à vida e regressar à segura fraternidade do redil do Pai.
- “Para isto é que fostes chamados, pois Cristo sofreu também por vós, deixando-vos o exemplo, para Lhe seguirdes as pisadas.(...) Foi pelas Suas chagas que fostes curados”.(2ª Leitura).
Salvos pela generosidade e espírito de sacrifício do Bom Pastor, todos aqueles que aceitaram segui-l’O, devem tomá-l’O como modelo no meio das dificuldades, sofrimentos, calúnias e perseguições, que possam vir a suportar, pelo facto de serem cristãos.
O Evangelho é de S. João e diz-nos que Jesus é o «Bom Pastor» : o Pastor segundo o coração de Deus, anunciado pelos profetas.
Ele conhece intimamente o Pai e transmite-nos esse conhecimento.
Por isso, Ele é a «porta», o Mediador.
Conhece também, profundamente, a nossa condição humana.
Conhece-nos pessoalmente.
Guia-nos com a Sua autoridade e dá a Sua vida por nós.
O Seu sacrifício abre as portas da salvação a todos os homens.
- “Aquele que entra pela porta é o pastor das ovelhas. A este é que o porteiro abre, e as ovelhas escutam-lhe a voz.(...).«Em verdade, em verdade vos digo : Eu sou a Porta das ovelhas»”. (Evangelho).
Para aproveitar plenamente, da vida que nos trouxe, é necessário, porém, conhecer a voz do «Bom Pastor», responder à Sua chamada, seguir fielmente as Suas orientações.
Antes de voltar para a direita do Pai, Jesus confiou ao colégio dos Apóstolos (e particularmente a Pedro, como chefe desse colégio) o seu ministério pastoral junto daqueles que já chegaram junto da porta do redil e aos que ainda hão-de vir.
Este serviço torna efectiva a presença de Cristo ressuscitado no meio dos seus, prolonga-a no tempo (sucessão apostólica) e no espaço (colegialidade).
Como todas as realidades que pertencem à Igreja peregrina, o serviço pastoral é de ordem sacramental, e remonta ao Cristo Senhor que, invisivel, leva os seus à comunhão de vida com o Pai através dos ministros da palavra e dos sacramentos.
Especialmente na Eucaristia, centro da instituição eclesial, aquele que preside à assembleia tem a consciência de personificar o Cristo enquanto, associando os baptizados ao seu sacrifício, fá-los entrar numa fraternidade universal e funde-os numa comunhão de amor.
Mas também no “governo” e na responsabilidade perante as comunidades e cada irmão individualmente, os pastores sabem que a sua autoridade nasce da obediência a Cristo, a quem todo o corpo da Igreja deve buscar, e cuja voz lhes compete exprimir.
Falar hoje dos “pastores” da Igreja não é fácil, devido às incrustações históricas que deformaram as perspectivas e as mentalidades, mesmo entre os fiéis.
Restituir aos pastores e às suas funções na Igreja, a verdade e a autenticidade, é hoje uma tarefa muito urgente.
O papa, pastor supremo, ainda é visto em muitos ambientes como um chefe político, um diplomata, a expressão de um monolitismo e de um absolutismo ultrapassados.
Importa apresentá-lo como o centro da unidade e coesão da Igreja, como realmente ele é.
O bispo não é um dignitário solene, um alto funcionário do espírito, distante e separado do seu rebanho; é o centro da unidade da Igreja local, o mestre e o pai da família diocesana.
O pároco e os sacerdotes empenhados no ministério pastoral não são burocratas e funcionários a quem nos dirigimos para pôr em dia as nossas “práticas”, não são altos personagens a quem se recorre para obter cartas de recomendação, nem distribuidores de esmolas ou de sacramentos.
São, acima de tudo “pastores” totalmente dedicados ao seu povo, a quem servem com amor, respeito e dedicação total.
Delegada a alguns homens, a autoridade da Igreja não pode ser mais do que o sinal do governo do Senhor : não é absoluta; é uma autoridade que está em relação com Cristo ressuscitado.
A obediência do cristão é uma obediência de fé, ofercida ao Senhor, reconhecido nos sinais vivos, isto é, nas pessoas que dirigem a Igreja.
Estar em completa obediência ao Magistério da Igreja é uma condição essencial para ter parte no plano da História da Salvação.
.....................................
Diz o Catecismo da Igreja Católica :
754. - «Assim a Igreja é o redil, cuja única porta e necessário pastor é Cristo(Jo.10,1-10). E também o rebanho, do qual o próprio Deus predisse que seria o pastor, e cujas ovelhas, ainda que governadas por pastores humanos, são contudo guiadas e alimentadas sem cessar pelo próprio Cristo, bom pastor e príncipe dos pastores, o qual deu a vida pelas suas ovelhas.
764. - «Este Reino manifesta-se nas palavras, nas obras e na presença de Cristo»(LG 5). Acolher a Palavra de Jesus é «acolher o seu próprio Reino». O germe e começo do Reino é o «pequeno rebanho»(Lc.12,32) daqueles que Jesus veio convocar em volta de Si e dos quais é o pastor. Eles constituem a verdadeira família de Jesus. Àqueles que assim juntou à sua roda, ensinou uma nova «maneira de agir», mas também uma oração própria.



Entrada:
Ressucitou - Luciana Antunes - cd. Amor Imenso
Cifra



Ressucitou - Monsenhor Jonas Abib - Cd. Collections
Cifra




Ressucitou - Com. Shalom - cd. Ressucitou
Audio e Cifra

Porque Ele vive - Padre Zeca - cd. Deus é Dez
Audio e Cifra

Cristo nossa Páscoa - Liturgicas
Audio e Cifra

O Senhor Ressurgiu, aleluia - Liturgicas
Audio e Cifra

O Senhor Ressurgiu - Liturgicas
Audio e Cifra

Cristo Venceu Aleluia - Liturgicas
Audio e Cifra

Ele Vive e Reinará! - Ministério Adoração e Vida - cd. ao vivo
Audio e Cifra

Celebrai - Banda Louvor e Glória
Audio e Cifra

Dia de Celebração - Ítalo Villar - cd. Força da Fé
Audio e Cifra

Celebrai a Cristo - Corinhos - DR
Audio e Cifra

Ato Penitencial:
Senhor que Viestes Salvar - Padre Zeca - cd. Deus é Dez
Cifra

Senhor que viestes para perdoar - Com. Recado - cd. Cânticos para Missa
Cifra

Senhor Vós Sois o Caminho - Coral Palestrina
Cifra

Hino de Louvor:
Hino de Louvor - Com. Recado - cd. Canticos Para Missa
Cifra

Aclamação ao Evangelho:
Resplandeceu - Shalom - Na Dança da Vida
Audio e Cifra

Como São Belos - Monsenhor Jonas Abib - cd. Só Pra Você
Audio e Cifra

Aleluia, o Senhor Ressurgiu
Audio e Cifra

Ao ouvir Tua Voz - Shalom - cd. Ressucitou
Audio e Cifra

Aleluia, Nosso cordeiro Pascal - Liturgicas
Audio e Cifra

Aleluia, Alegria minha gente - Liturgicas
Audio e Cifra

Ofertório:
Eu Creio Num Mundo Novo - Liturgicas
Cifras



Tudo o que tenho
Audio e Cifra

Em Procissão vão o Pão e o Vinho - Liturgicas
Audio e Cifra

Sanctus:
Santo - Cantinho da Criança - cd. Festa Maior
Audio e Cifra

Abraço da Paz:
Bom e Agradável - Walmir Alencar - cd. Onde está Teu irmão?
Audio e Cifra

Comunhão:
Eucaristia Pão da Vida - Hino Congresso Eucaristico
Audio e Cifra

Tu nos Atraístes - Com. Shalom - cd. Ressucitou
Audio e Cifra

Aonde iremos nós - Agnus Dei
Audio e Cifra

Eu sou o Pão do Céu - Ítalo Villar - cd Deus Sonha com Você
Audio e Cifra

Pós-Comunhão:

Bom Pastor - Min. Oráculo do Senhor - cd. Só o Teu amor
Cifra



Bom Pastor - Missionários Shalom - cd. Lançai as redes
Cifra




Bom Pastor - Rodrigo Rubim - cd. Bom Pastor
Cifra



Bom Pastor - Poliana Flores - cd. Ele me ungiu
Cifra



Por Tuas chagas - Anjos de Resgate - cd. Ao vivo em Brasilia
Audio e Cifra

Seu Nome é Jesus - Rincão Padre Dé - cd. Por Amor
Audio e Cifra

Por Amor - Rincão Padre Dé - cd. Por Amor
Audio e Cifra

Por Amor - Anjos de Resgate - cd. Seja Luz
Audio e Cifra

Foi por Você - Anjos de Resgate - cd. Luz das Nações
Audio e Cifra

Final:
Tomado pela Mão - Católicas
Audio e Cifra

Rock do Pastor - Pe. Zeca - Digo sim a Deus
Cifra



O Senhor é meu Pastor - Dunga - cd. Restauração
Cifra




Gloria para Sempre - Monsenhor Jonas Abib - cd. Collections
Cifra




Eis que Faço Nova Todas as Coisas - Mensagem Brasil cd 1999
Cifra

Aleluia, Hoje a Morte foi vencida
Audio e Cifra

Como nao falar do seu amor - Dunga - cd. Eletroacustico
Audio e Cifra

Sou Filho do Rei - Batista Lima - cd. Quero Tocar em Ti
Audio e Cifra

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...