Compartilhe

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Sugestão para Missa Solene da Santíssima Trindade - Ano A - 19-Jun-2011


Sugestão para Missa Solene da Santíssima Trindade - Ano A - 19-Jun-2011
- Santíssima Trindade , Síntese do Mistério Pascal -


Mais uma semana de Missa Solene onde toda a litúrgia estará envolvida no tema da Santíssima Trindade. Estou deixando as sugestões abaixo. Espero que ajude!

Deixe sua mensagem em nosso Blog para sabermos como estamos ajudando e como podemos melhorar e contribua com nosso apostolado ajudando a divulgar nosso blog!

Obrigado Pax et Bonum

Rogério Hirota
Ministério Ressurreição - Jacareí-SP

SOLENIDADE DA SS. TRINDADE - ANO A !
Autor: John Nascimento
Todos somos um só na SS. Trindade !

A Liturgia da Palavra da Solenidade da Santíssima Trindade – A,convida-nos a uma profunda reflexão sobre esta inolvidável verdade : Deus é uma Comunidade de Amor. Quando o homem olha para dentro de si, a fim de analisar a sua experiência religiosa, tem a sensação de um abismo sem fundo, uma profundezainfinita.

A essa profundeza inatingível do nosso ser se refere a palavra «Deus». Deus significa isto : A profundeza última da nossa vida, a fonte do nosso ser, a meta de todos os nossos esforços. Esse fundo íntimo do nosso ser manifesta-se na abertura do nosso «eu» para um «tu», e na seriedade dessa inclinação.

Vemos assim impresso no nosso ser a realidade profunda e grandiosa do Dom cristão, a Trindade, isto é, o mistério de um Deus que é Comunidade e Comunhão de Vida, um Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo.

A 1ª Leitura, do Livro do Êxodo, diz-nos que Deus Se manifesta a Moisés como um Deus cheio de amor e de ternura para com o Seu Povo.
Sem deixar de ser justo, antes de tudo e acima de tudo, Ele é o Deus que ama e perdoa.
- «O Senhor, o Senhor é um Deus clemente e compassivo, sem pressa para Se indignar, cheio de benevolência e fidelidade». (1ª Leitura). Compenetrado desta verdade, Moisés não tem receio de interceder pelo Povo, que fora infiel à Aliança, voltando as costas ao Deus vivo, para se entregar aos ídolos. E Moisés não vê frustrada a sua esperança. Deus continuará no meio do Seu Povo, porque Ele é, na verdade, Aquele que salva, e, por isso, digno do nosso louvor, como proclama o Salmo Responsorial :
- “Digno de louvor e de glória para sempre”.

Na 2ª Leitura, S. Paulo, no fim da sua carta aos Coríntios convida-os a fazerem com ele um voto de professarem a sua fé no mistério de um Deus em três pessoas distintas.
- “A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com vós todos”.(2ª Leitura) Nós reconhecemos que a presença da Trindade é o que constitui a comunidade cristã.

Na verdade, é pelo dom gratuito de Jesus Cristo, pelo amor universal do Pai e pela força unitiva do Espírito de caridade que somos congregados em assembleia, para celebrarmos a glória de Deus. Reunida pela acção da Santíssima Trindade, a comunidade cristã deve empenhar-se em se assemelhar à comunidade trinitária, vivendo na busca da perfeição, na alegria e no amor mútuo, que se exprime pelo ósculo da paz.

O Evangelho é de S. João e diz-nos que o mistério da Santíssima Trindade é um mistério de amor : amor de um Deus que Se revela aos homens e, num gesto de infinita bondade, lhes dá o Seu Filho, o Qual, encarnado e entregando-Se totalmente aos homens até à morte da Cruz, veio, não para os julgar mas para os salvar.
- «Deus amou de tal maneira o mundo que entregou o Seu Filho único, para que todo o homem que acredita n’Ele, não se perca, mas tenha a vida eterna». (Evangelho).
Perante este amor de Deus, o homem só pode ter uma única atitude : aceitar Jesus como seu Salvador, deixar-se penetrar pelo Seu amor e iluminar pela Sua verdade, que é o Seu Evangelho de amor. Recusar Jesus Cristo é recusar a salvação. O próprio Deus vem ao homem, manifesta-Se a ele como “Senhor”, mas cheio de bondade e misericórdia, rico em graça e fidelidade. Na exuberância do seu amor pelo mundo, manifestado no dom de seu Filho único para o salvar, o Deus do amor e da paz derrama sobre os homens a sua graça em Cristo, e chama-os à comunhão com ele no Espírito Santo.

A Comunidade Trinitária é verdadeiramente o último e supremo valor, o único fim verdadeiro do homem, uma vez que Deus, e somente Deus, é a plenitude de toda a perfeição. A Comunidade Trinitária é verdadeiramnete um mistério,uma realidade que supera absolutamente toda a compreensão humana. Deus jamais deixará de causar a admiração do homem, e nunca homem algum penetrará na terra de Deus se não estiver disposto a desarreigar-se, como Abraão, das fronteiras das suas limitações e da estreiteza das suas seguranças.
A oração não deve reduzir Deus aos limites do homem; mas deve dilatar o homem até aos horizontes de Deus.
O silêncio, que o Pai parece opor em muitos casos aos pedidos humanos, nasce da autenticidade da sua paternidade, da sua firmeza em não condescender com a mesquinhez dos planos humanos para poder substituí-los por
planos bem maiores, nascidos do seu amor.

A Comunidade Trinitária é o verdadeiro futuro do homem, só ela pode assegurar ao homem um plano de vida sem limites, porque capaz de superar até a morte.
Como diz Santo Agostinho : -“Deus é tão inexaurível que, quando encontrado, ainda falta tudo para O reencontar”.
Isto significa que o dinamismo e a criatividade humana encontram nele um horizonte sem limites e, portanto, um futuro total.

Cada um de nós, com a nossa aceitação ou a nossa recusa de Cristo, é que decide acerca do juízo final, que o mesmo é dizer da História da Salvação.
.........................
Diz o Catecismo da Igreja Católica :
234. – O mistério da Santíssima Trindade é o mistério central da fé e da vida cristã. É o mistério do próprio Deus. É portanto a fonte de todos os outros mistérios da fé, e luz que os ilumina. É o ensinamento mais fundamental e essencial na «hierarquia dos valores da Fé»(DCG 43).«Toda a
História da Salvação não é senão a história do caminho e dos meios pelos quais o Deus verdadeiro e único, Pai, Filho e Espírito Santo, Se revela, Se reconcilia e Se une aos homens que se afastam do pecado»(DCG 47).

237. – A Trindade é um mistério de fé em sentido estrito, um dos «mistérios ocultos em Deus, que não podem ser conhecidos se não forem revelados lá do Alto»(Conc.Vat.I DS 3015). É verdade que Deus deixou traços do Seu Ser trinitário na obra da Criação e na sua revelação ao longo do Antigo Testamento. Mas a intimidade do Seu Ser como Trindade Santíssima constitui um mistério inacessível à simples razão e mesmo à fé de Israel, antes da Encarnação do Filho de Deus e da missão do Espírito Santo.


Entrada: 
Eu creio em Deus - Louvemos 223 também cantada pelo Pe. Marcelo .




Santíssima Trindade - Agnus Dei - cd. 1987


À Santissima Trindade - Coral Palestrina - cd. Santissima Trindade no Terceiro Milenio



Ato Penitencial:
Senhor Deus Pai - - Coral Palestrina - cd. Santissima Trindade no Terceiro Milenio
Cifra


Glória:
Glória ao Trino Deus - Maria do Rosário - cd. Louvemos ao Senhor


Aclamação:
Aleluia... Gloria ao Pai, ao Filho e ao Espirito (Santissima Trindade) - Festas Liturgicas I
Cifra


Ofertório:
Nossa oferta na Trindade - Coral Palestrina de Curitiba -cd A Santíssima Trindade do Terceiro Milênio


Ó Meu Deus Trindade Santa - Banda Paixão pela vida
Cifra


Santo:
Santo Cheios de Vossa Gloria - Toca de Assis - cd. Jesus Sacramentado nosso Deus amado

Paz:
Esteja sempre com você - Católicas

Comunhão:
Ó Trindade, vos louvamos - Católicas


Celebrar a Festa - Coral Palestrina - cd. Santissima Trindade no Terceiro Milenio
Cifra



Pós-Comunhão:
Mistério da Santíssima Trindade - Walmir Alencar - Cd Misericordia Infinita


Adoremos a Trindade - Ministério Cenáculo - cd. Meu Lugar


Consagração a Trindade - Padres Wellignton & Wallace cd. Espelho de Deus


Oração a Trindade - Paulão e Lú - cd. O Amor não cansa e não descansa
Cifra


Final - 
Trindade Santa - Jean - cd. O Teu Amor



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...